sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Patrimônio é tema de concurso de fotos e vídeos

O II Congresso Internacional de Educação Patrimonial promove o concurso "O que é patrimônio para você". Esta ação visa estimular a sociedade a refletir sobre o patrimônio cultural, no momento em que profissionais e pesquisadores estarão debatendo sobre o tema no Congresso. As atividades do evento ocorrem, simultaneamente, nas cidades de Paris, Madri e São Paulo, entre os dias 28 e 31 de outubro. No Brasil, a programação transcorre no Memorial da América Latina, na capital paulista. Confira [aqui] mais informações.
Alunos da rede publica de São Pedro da Aldeia gravam documentário sobre suas tradições. Foto: Junior Silgueiro

Como participar?
Por meio de celulares, câmeras ou qualquer aparelho que possua as funções necessárias, as pessoas interessadas devem produzir fotografias ou vídeos de curta duração, que representem o significado do patrimônio cultural para elas, seja ele material ou imaterial. Depois de seguir o perfil no Instagram @oqueepatrimonioparavoce ou curtir a página no Facebook oqueepatrimonioparavoce, os conteúdos – inéditos ou de arquivo pessoal – devem ser inseridos nas redes sociais com a hashtag #oqueepatrimononioparavoce, acompanhados de uma pequena descrição da imagem e sua localização.
Cada participante pode compartilhar o número de conteúdos que desejar, de 16 a 30 de outubro, sendo que as mídias devem estar em modo público. Para aqueles que não possuem contas nas redes sociais, existe a opção de enviar as mídias para o e-mail oqueepatrimonioparavoce@gmail.com.
Todas as imagens serão expostas em formato de projeção na mostra internacional Caleidos, de 31 de outubro a 2 de novembro, na Galeria Marta Traba, do Memorial da América Latina e, permanentemente, no blog Observatório de Educação Patrimonial Brasil e América Latina [aqui]. O concurso não é competitivo, pois a ideia foi criar um movimento colaborativo que chamasse atenção dos indivíduos da questão patrimonial.
Para ver as atividades do Congresso acesse [aqui]
Divulgação

Mais de seis mil escolas no Brasil irão trabalhar com o tema Educação Patrimonial

Ao todo, 6.589 escolas municipais e estaduais que atendem em turno integral escolheram inserir este ano, em suas atividades curriculares, ações voltadas à educação patrimonial. A temática proposta pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) para integrar o Programa Mais Educação, do Ministério da Educação (MEC), teve um crescimento expressivo em relação aos anos de 2013 (776) e 2012 (313) e resultará em mais inventários pedagógicos.
Crianças brincam em ruína histórica em Alcântara/MA. Foto: Ivo Barreto

As Fichas e o Manual de Aplicação direcionados à realização desta atividade estão disponíveis para download no site do IPHAN e do Mais Educação. Além das publicações, o kit completo é composto por cinco máquinas fotográficas com a função filmagem; cinco gravadores de áudio digital (MP3); um HD externo; um tripé de câmera; fichas para o inventário impressas reunidas em fichários; cartucho colorido de impressora ou apoio para serviço de impressão; RS 1 mil como apoio para as saídas de campo; R$ 700 para produzir exposições, encontros, rodas de memória, mostras de filmes e outros documentos, a partir dos resultados do inventário. O recurso chega às escolas via Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE).
O Programa Mais Educação envolve, atualmente, 50 mil escolas das redes municipais e estaduais e integra as ações do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), como uma estratégia do Governo Federal para induzir a ampliação da jornada escolar e a organização curricular, na perspectiva da Educação Integral. Essa estratégia promove a ampliação de tempos, espaços, oportunidades educativas e o compartilhamento da tarefa de educar entre os profissionais da educação e de outras áreas, as famílias e diferentes atores sociais, sob a coordenação da escola e dos professores.
Trata-se da construção de uma iniciativa intersetorial entre as políticas públicas educacionais e sociais, contribuindo, desse modo, tanto para a diminuição das desigualdades educacionais, quanto para a valorização da diversidade cultural brasileira. Desta forma, há o reconhecimento de que a educação deve ser pensada para além dos muros da escola, e considerar a cidade, o bairro e os bens culturais como potencialmente educadores.
Fonte: Ascom-IPHAN

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Ensino de cultura afro-brasileira nas escolas é tema de palestra

Identificar como as relações raciais se apresentam no contexto escolar, reconhecer e resgatar saberes populares de origem africana e pensar estratégias para o desenvolvimento dessa temática em sala de aula através das disciplinas curriculares. Esses são os pontos-chave da palestra que acontecerá no dia 08 de outubro, às 16h, no Cine Estação São Pedro, no centro de São Pedro da Aldeia/RJ.

A palestra (em tom de roda de conversa) será ministrada por Andreia Fernandes, historiadora e ativista cultural com larga experiência em cultura afro-brasileira. Atualmente, ela coordena a implementação da lei 10.639/03 através da Diretoria de Promoção de Políticas Públicas para Igualdade Racial (DIPPPIR/SPA).


O quê: Palestra HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA E AFRICANA NA ESCOLA: DESAFIOS DA LEI 10.639/03


Quando: 08/10/2014 (quarta-feira), às 16h

Local: Cine Estação São Pedro (R. Francisco Coelho Pereira, 255, centro - São Pedro da Aldeia/RJ)

ENTRADA FRANCA





**********************************

Esta palestra é uma ação deste escritório técnico que integra o projeto "Oficinas de Estudos da Preservação". Em curso no IPHAN-RJ há mais de 10 anos, o projeto foi executado pela primeira vez na Região dos Lagos em 2011, e desde então, mais de 20 palestras já foram realizadas.


Outras informações pelo telefone (22) 2621-9367 ou pelo

terça-feira, 19 de agosto de 2014

19 à 23 Agosto - Programação Semana Fluminense do Patrimônio / Região dos Lagos

A segunda semana de atividades iniciou ontem com o lançamento do video "A Pesca Artesanal em Búzios", no Cine Teatro Rasa, e contou com a presença de pescadores entrevistados, realizadores do video e alunos da rede municipal de ensino.


Luis Guilherme, Jorge, Neusa, Gabriela e a filha do Mestre André durante a homenagem


Confira as atividades que acontecem entre hoje (terça-feira) e sábado nas cidades da região.



quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Exposição sobre Marcio Werneck será inaugurada no próximo dia 15 de agosto



A partir do dia 15 de agosto, o
 escritor e historiador, Marcio Werneck, será o tema da exposição que acontecerá no Charitas – Museu e Casa de Cultura José de Dome - na Sala Vitorino Carriço. Intitulada “Vida e obra de Marcio Werneck”, a mostra ficará aberta ao público até o dia 15 de setembro, e promete reunir diversas ações em memória do pesquisador, que dedicou boa parte da sua vida a diversos estudos sobre a história do Brasil e da Região dos Lagos, especificamente de Cabo Frio e Búzios. 

A exposição, que faz parte da programação da Semana Fluminense do Patrimônio, conta a história de Werneck, passando pela sua cronologia (1944 – 2004), as suas origens na cidade do Rio de Janeiro, Paty dos Alferes, Paraíba do Sul e Belém do Pará. Confere destaque, ainda, a sua vida escolar, sua paixão pela fotografia e comunicação, sua rica produção de pesquisas diversas, desde que fixou residência em Cabo Frio, e ainda os seus livros e prêmios conquistados.

Todas as etapas da exposição contam com rico material ilustrativo, incluindo fotos - muitas das quais ainda inéditas para o público, cartazes e reportagens sobre o historiador e sua pesquisa. A exposição terá, ainda, um cantinho montado com o objetivo de transpor o visitante ao escritório do pesquisador, que ficava na casa onde residiu à Rua Francisco Paranhos, no bairro da Vila Nova, em Cabo Frio.

Toda essa produção de cerca de 30 anos de pesquisa, produziu um acervo único na região, que vem sendo trabalhado, por uma equipe multidisciplinar do IPHAN, composta por técnicos e estagiários. E será entregue formalmente à instituição, em convênio com o IFF, por meio de cerimônia a ser realizada no mês de setembro. A instituição entendeu que a entrega de forma gratuita, com a contrapartida social do resgate e acesso ao público do acervo, seria importante para a preservação de documentos com tamanha relevância para o patrimônio histórico e cultural, principalmente no âmbito regional.

A próxima etapa é permitir o acesso presencial dos visitantes ao acervo físico que ficará em uma sala única na sede do IFF, localizado entre as cidades de Cabo Frio e Búzios. Outras ações serão realizadas no sentido de viabilizar parte do acervo de maneira digital, através de um portal na internet. Também está na pauta o lançamento de mais uma edição de cada um dos três livros que foram lançados. E o lançamento de um livro baseado em estudo inédito sobre Búzios.

A exposição é a primeira das ações para viabilizar o acesso amplo a esse acervo, de extrema importância histórica e cultural para a região, e também homenagear os 70 anos de Marcio Werneck. Tem realização da Premissa Assessoria e apoio da Prefeitura de Cabo Frio, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Galiotto Artes e Vidraçaria Cabo Frio. O Charitas fica na Avenida Assunção, 885, no Centro de Cabo Frio. Funciona de terça a domingo, das 14h às 19h, e sábados, domingos e feriados até às 20h, com entrada gratuita. Outras informações pelo telefone de contato da empresa: (22) 99861-1085.

ACERVO MÁRCIO WERNECK – É resultado de cerca de três décadas de pesquisa especializada nas áreas da pré-história, história, geografia, biologia, ecologia, arte, cultura, além de uma vasta iconografia do estado e da região. Contém, aproximadamente, 1.500 livros, 250 encadernações, 400 pastas suspensas, 3.000 fichas, 700 edições de jornais, mapoteca com 82 mapas coloridos, 2.000 fotografias das cidades e 160 fitas cassetes de entrevistas com personalidades de Cabo Frio e Búzios e, ainda, 1.500 negativos e 700 slides.

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Lançamento do video "A Pesca Tradicional em Araruama"

A Casa de Cultura de Araruama, acostuma a receber artistas, alunos e professores, recebeu na noite de segunda-feira (11) um publico diferente. Eram os pescadores que participaram do video realizado pelo Escritório Técnico IPHAN na Região dos Lagos em parceria com as prefeituras de Araruama e São Pedro da Aldeia.
O video pretende ser um registro da rica tradição pesqueira presente no município, reconhecendo e valorizando os pescadores e preservando seus saberes e fazeres. Durante a solenidade, os pescadores foram homenageados e receberam cópias do video que participaram.






O evento marcou também o inicio das atividades da Semana Fluminense do Patrimônio 2014 na região, que seguem até o dia 24 de agosto. Veja a programação completa clicando aqui.

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Programação da Semana Fluminense do Patrimônio na Região dos Lagos

A Semana Fluminense do Patrimônio (SFP) inaugurada em 2011, entra em sua quarta edição e neste ano será realizada no período de 12 a 24 de agosto. Organizada por várias instituições científicas e culturais do Estado do Rio de Janeiro com o intuito de promover a valorização do patrimônio natural e cultural fluminense e de ampliar o conhecimento da população sobre seu patrimônio em suas mais diversas expressões.

Ela acontece anualmente por ocasião do Dia Nacional do Patrimônio Cultural comemorado em 17 de agosto, dia do aniversário de nascimento de Rodrigo Melo Franco de Andrade, fundador e presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional durante três décadas.

Veja como será o evento na Região dos Lagos do Rio de Janeiro:

SÃO PEDRO DA ALDEIA

CINE ESTAÇÃO

13/08|16:30h – MESA REDONDA: "Como gerenciar a cidade? Os planos de desenvolvimento da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia através da Secretaria Municipal de Urbanismo" (LIS VALLADARES e GABRIELA SILGUEIRO).

14/08|19:00h – CONVERSA DE PESCADOR: Solenidade do Lançamento do vídeo: “A PESCA TRADICIONAL EM SÃO PEDRO DA ALDEIA” com PESCADORES E REALIZADORES.

15/08|16:30h –MESA REDONDA: "A História e Cultura Afro-brasileira e Africana na escola: desafios da LEI 10.639/03" (com ANDREIA FERNANDES e JUAREZ COSTA).

          |18:00h –RODA CULTURAL COM CAPOEIRA E CIGANINHAS DA CECCI.

20/08|16:00h - MOSTRA DE FILMES: Memória em Movimento - "MAZZAROPPI" (Documentário/2013/97 minutos)

27/08|16:00h - MOSTRA DE FILMES: Memória em Movimento - "DESCAMINHOS" (Documentário/2009/75 minutos)


CABO FRIO

CASA SCLIAR

14/08|16:00h – MESA REDONDA: "As intervenções urbanas e o Patrimônio Natural" (JAILTON DIAS E GABRIELA SILGUEIRO)

15/08|16:30h - PALESTRAS: "Intervir para preservar: restaurações no Convento N. Sra. dos Anjos e Ordem Terceira de São Francisco da Penitência". (CRISTINA VENTURA).

16/08|19:00h - MOSTRA DE FILMES: Memória em Movimento - "DESCAMINHOS" (Documentário/2009/75 minutos)

21/08|16:30h – MESA REDONDA: "A pesquisa e a vida de Márcio Werneck" ( com VINÍCIUS – Coord. Bolsistas do Centro de Memória: FELIPE/MARINA SCHIMDT/ VANESSA/ LORENNA).

22/08|16:30h - MESA REDONDA: "A História e Cultura Afro-brasileira e Africana na escola: desafios da LEI 10.639/03". (com ANDREIA FERNANDES e JUAREZ COSTA).

23/08|19:00h – RODA DE JONGO E CAPOEIRA (Grupo GRIOT).

27/08|DAS 15H ÀS 19H – VERNISSAGE DA EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIAS: “Quem vem pra beira do mar”.


INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE (IFF)

20/08|16:30h – MESA REDONDA: As intervenções urbanas e o Patrimônio Natural (JAILTON DIAS E GABRIELA SILGUEIRO)

22/08|16:30h – MESA REDONDA: A pesquisa e a vida de Márcio Werneck. (VINÍCIUS – Coord. Bolsistas do Centro de Memória: FELIPE/MARINA SCHIMDT/ VANESSA/ LORENNA)

23/08|11:00h – OFICINA DE CAPOEIRA: Confecção de Instrumentos de Capoeira com PET.  RODA CULTURAL (Capoeira Geribá e Ciganinhas da CECCI).

OFICINAS DE CAPOEIRA

12/08|14:30h – OFICINA DE CAPOEIRA – Bairro Manoel Correa

          |18:30h – RODA DE JONGO E CAPOEIRA NA PRAÇA SÃO BENEDITO.


VIVÊNCIAS GRIOT

23/08|DAS 09H ÀS 22H – Um olhar sobre CORPOREIDADE E ESTÉTICA DA MULHER NEGRA a partir de vivências em expressões afro-brasileiras: Dança Afro contemporânea, Capoeira, Jongo, Samba de Coco, Ciranda Praieira, Oficina de turbantes entre outros parangolés. (Mais Informações: griot_culturapopular@hotmail.com)


ARARUAMA

CASA DE CULTURA

11/08|18:00h – CONVERSA DE PESCADOR: Solenidade do Lançamento do vídeo: “A PESCA TRADICIONAL EM ARARUAMA” com PESCADORES E REALIZADORES.

           |19:00h – RODA DE JONGO E SAMBA.

12/08|10:00h – MOSTRA DE FILMES: Memória em Movimento/AUTODOC BOTAFOGO/SPA.

           |19:00h – RODA DE CAPOEIRA INFANTIL E MACULELÊ.

15/08|09:00h – HINO NACIONAL TOCADO POR BERIMBAUS: Solenidade de Abertura do XVI Festival Araruamense de Capoeira.

          |19:00h – RODA DE CAPOEIRA DA ANGOLA.


FESTIVAL DE CAPOEIRA – GINÁSIO POLIESPORTIVO

16/08|TODO O DIA – FESTIVAL ARARUAMENSE DE CAPOEIRA.

17/08| TODO O DIA – FESTIVAL ARARUAMENSE DE CAPOEIRA.


BÚZIOS

CINE TEATRO RASA

18/08|09:00h – CONVERSA DE PESCADOR: Solenidade do Lançamento do vídeo: “A PESCA TRADICIONAL EM BÚZIOS” com PESCADORES E REALIZADORES.

          |14:00h – MOSTRA DE FILMES: Memória em Movimento - “A PESCA TRADICIONAL EM BÚZIOS” .

19/08|09:00h – MOSTRA DE FILMES: Memória em Movimento - “A PESCA TRADICIONAL EM BÚZIOS”.

          |14:00h – MOSTRA DE FILMES: Memória em Movimento - “A PESCA TRADICIONAL EM BÚZIOS”.

20/08|09:00h – MOSTRA DE FILMES: Memória em Movimento - “A PESCA TRADICIONAL EM BÚZIOS”.

          |14:00h – MOSTRA DE FILMES: Memória em Movimento - “A PESCA TRADICIONAL EM BÚZIOS”


INEFI

18/08|14:00h – OFICINAS DE BONECAS ABAYOMIS E ARTES EM TECIDO

19/08|14:00h – OFICINAS DE PESCA ARTESANAL (2 turmas)

           |14:00h – OFICINA TEÓRICA DE CAPOEIRA

20/08|14:00h – OFICINA DE CONDUÇÃO PARA ROTEIRO CULTURAL

segunda-feira, 21 de julho de 2014

IV Semana Fluminense do Patrimônio - Patrimônio Cultural e Grandes Intervenções



A IV SFP visa promover a valorização do patrimônio natural e cultural fluminense e de ampliar o conhecimento da população sobre seu patrimônio em suas mais diversas expressões. Neste ano, a IV Semana Fluminense do Patrimônio (IV SFP) traz as grandes intervenções como tema principal dos debates por ocasião de seus principais eventos:

  • Abertura da Semana, que acontecerá no dia 12 de agosto no Centro Cultural Justiça Federal, na Cidade do Rio de Janeiro;
  • IV Encontro do Patrimônio Fluminense, que acontecerá  de 13 a 15 de agosto na Casa da Cultura de Paraty, na região da Costa Verde Fluminense.

Além da abertura oficial na cidade do Rio de Janeiro e do IV Encontro do Patrimônio Fluminense em Paraty, a SFP promove, ainda, diversas atividades como:

Acesse http://www.patrimoniofluminense.rj.gov.br/ , conheça toda a programação que cresce a cada dia e todas as formas de participação.

Participe e colabore com a preservação do patrimônio fluminense!

terça-feira, 15 de julho de 2014

Palestra de Julho das OFICINAS DE ESTUDOS DA PRESERVAÇÃO

O Escritório Técnico do IPHAN-RJ na Região dos Lagos – ETRL, através de sua Casa do Patrimônio convida para a palestra:


A ESCRAVIDÃO NO BRASIL E A PRESENÇA
DO NEGRO EM SÃO PEDRO DA ALDEIA
  
com
GERALDO FERREIRA
Pesquisador e Mestre em Gestão Empresarial / FGV-RJ


* A escravidão como fenômeno social
* A escravidão dos indígenas
* A escravidão dos africanos
* O processo brasileiro de extinção da escravidão
* São Pedro da Aldeia, a Lei de Terras, o fim da sesmaria dos índios e a presença do branco e do negro
* O comércio de escravos em São Pedro de 1877 a 1880


 23/07/2014 (quarta-feira), às 16h
                                                                                                       

ENTRADA FRANCA

 Local:
Cineclube Estação São Pedro - Rua Francisco Coelho Pereira, 255
                 (ao lado da Biblioteca Municipal) Centro, São Pedro da Aldeia/RJ




**********************************

Esta palestra é uma ação deste escritório técnico que integra o projeto "Oficina de Estudos da Preservação". Em curso no IPHAN-RJ há mais de 10 anos, o projeto foi executado pela primeira vez na Região dos Lagos em 2011, e desde então, mais de 20 palestras já foram realizadas.


Outras informações pelo telefone (22) 2621-9367 ou pelo

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Aberto processo seletivo para apresentações culturais na Semana Fluminense do Patrimônio 2014

A IV Semana Fluminense do Patrimônio abre chamada pública para seleção de apresentações culturais, propostas por artistas independentes ou grupos culturais, e que serão realizadas em uma das regiões do estado do Rio de Janeiro, entre 12 e 31 de agosto de 2014. A iniciativa tem o objetivo de promover, divulgar e valorizar o Patrimônio Imaterial Fluminense durante a duração da Semana.

De acordo com os objetivos da Semana Fluminense de Patrimônio, serão consideradas apresentações culturais que exibam, divulguem e valorizem práticas, representações, expressões, saberes e técnicas do patrimônio cultural imaterial fluminense e contribuam para a continuidade e o fortalecimento das identidades culturais no estado do Rio de Janeiro.

As apresentações culturais podem ocorrer em local aberto ou fechado, público ou privado, desde que não haja cobrança de ingressos, e deverão contemplar uma das seguintes categorias: música, dança, teatro, performance, oficinas ou exposições.

Cada artista ou grupo cultural selecionado receberá R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) como apoio financeiro para a realização da apresentação ou evento.

A seleção prevê a realização de apresentações culturais nas várias regiões do território fluminense (Costa Verde, Grande Rio, Região dos Lagos, Médio Paraíba, Norte e Nordeste, Região Serrana), com cotas definidas para cada região.

As inscrições estão abertas até 27/07/2014 

Mais informações no site da Semana:
http://www.patrimoniofluminense.rj.gov.br/grupos-culturais


quarta-feira, 25 de junho de 2014

IPHAN ministra módulo em curso para taxistas de Cabo Frio




No ultimo módulo do curso de qualificação turística para taxistas realizado pela Prefeitura de Cabo Frio, a chefe do IPHAN na Região dos Lagos, Gabriela Rangel, falou sobre o que é patrimônio e como ele colabora na formação da identidade; contextualizou os principais monumentos históricos da cidade de Cabo Frio sobre a perspectiva de sua História e a do Brasil.

"A maioria dos participantes do curso, ou nasceram aqui ou escolheram Cabo Frio para viver. Daí a importância de conhecerem e reconhecer em as marcas da história que formam a sua identidade na cidade em que trabalham. Este brilho nos olhos do anfitrião faz com que a cidade se torne ainda mais interessante para qualquer turista", afirmou Gabriela.

O curso, realizado pela Secretaria Municipal de Turismo (SECTUR) e pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFF - Campus Cabo Frio), foi uma iniciativa do Escritório Técnico do IPHAN na Região dos Lagos/RJ e contou com a parceria da Secretaria Municipal de Transportes (SECTRANS).


A turismóloga da SECTUR, Vanina Navega, acredita que o taxista é, muitas vezes, o primeiro contato que o visitante tem com a cidade. "O bom atendimento desse profissional é indispensável para a boa impressão que o turista terá da cidade, e alguns predicados são fundamentais. Além de ser gentil, é necessário também que ele conheça a cidade em que vive", disse a turismóloga.




No dia 08 de julho, terça-feira pela manhã, haverá a finalização do curso com entrega de certificados para os participantes e citytour pela cidade com ônibus e guia de turismo. Os taxistas que concluíram o curso receberão também um crachá identificando-os como conhecedores do circuito turístico-histórico-cultural cabofriense.

Texto e fotos: Junior Silgueiro

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Conselho de Mestres da Capoeira foi empossado no Rio de Janeiro

O novo Conselho de Mestres de Capoeira tomou posse no ultimo sábado (07) em uma cerimônia que ocorreu no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Os componentes foram eleitos em janeiro deste ano, após uma série de encontros realizados desde maio de 2013. Eles irão representar o estado do Rio de Janeiro e trabalhar em parceria com o IPHAN em politicas de salvaguarda da Capoeira.


Os mestres eleitos conselheiros tomam posse no palco do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

A eleição, realizada na Conferência Regional da Capoeira, no Centro Cultural Cartola, contou com a presença de aproximadamente 300 mestres e capoeiristas. Foram eleitos 30 conselheiros titulares e 30 suplentes, 15 da região metropolitana e 15 do interior do estado. Entre as atribuições do Conselho está a divulgação, identificação e desenvolvimento de pedagogias da capoeira e a criação de fóruns temáticos.

Considerados patrimônio cultural imaterial do Brasil, o ofício dos mestres de capoeira e a roda de capoeira foram registrados pelo IPHAN, respectivamente, no livro de Registro dos Saberes e no de Formas de Expressão, em outubro de 2008.

Vários mestres e capoeiristas estiveram na cerimônia, que conteou ainda com as presenças de Néia Daniel, Superintendente da Palmares-RJ; Ivo Barreto, Superintendente do Iphan - RJ; Paulo Vidal, Diretor Geral do Instituto Estadual do Patrimônio Cultural - Inepac; Jurema Machado, Presidente do Iphan; Célia Corsino, Diretora do Departamento de Patrimônio Imaterial do IPHAN; e, Marcelo Velloso, Representação Regional do Ministério da Cultura no Rio de Janeiro e no Espírito Santo.




Texto: Ascom IPHAN
Fotos: Ascom INEPAC

Programação de JUNHO do Cineclube Estação São Pedro

A programação de JUNHO do Cine Estação está sensacional!

Tivemos o lindo "Cartola". Na sequência, tem PALAVRA (EN)CANTADA com a participação de Chico Buarque, BNegão, Arnaldo Antunes, Tom Zé, entre outros feras. Depois, o hilário "A Marvada Carne", com uma atuação brilhante da então jovem Fernanda Torres. E por fim, o premiadíssimo "Cafundó", que em 2005 ganhou em Gramado como Melhor Ator (Lázaro Ramos), Melhor Direção de Arte e Melhor Fotografia.

Compartilhe essa programação!

Sessões todas às QUARTAS-FEIRAS, sempre às 16h30!






segunda-feira, 19 de maio de 2014

Palestra das OFICINAS DE ESTUDOS DA PRESERVAÇÃO de MAIO

O que é exatamente Patrimônio Imaterial? É qualquer conjunto de bens ou apenas de certos bens que são valorados pelo Estado e pela comunidade? Pra que serve o registro de bens imateriais? Quais seus efeitos? Quais os requisitos para pleitear um registro?

Essas e outras perguntas serão respondidas na palestra “O REGISTRO COMO FORMA DE PROTEÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL IMATERIAL”, que será realizada no dia 30 de maio, às 16 horas, no Cineclube Estação, Rua Francisco Coelho Pereira, 255 (ao lado da Guarda Municipal) – Centro de São Pedro da Aldeia. 

A palestra será ministrada por Mário Pragmácio, advogado e mestre em Museologia e Patrimônio pela UNIRIO, e abordará o novo ramo do Direito, chamado “Direitos Culturais”, que possibilitou o registro de bens imateriais. Expondo as principais características desse mecanismo, a palestra pretende explicar a importância do registro para o campo do patrimônio, com seu alcance, finalidades e limitações.

O projeto Oficinas de Estudos da Preservação conta com mais de cem edições realizadas, para um público total de cerca de quatro mil pessoas em todo o estado do Rio de Janeiro. O ciclo de palestras tem edições temáticas mensais sobre preservação cultural e é promovido pelo Escritório Técnico do IPHAN-RJ na Região dos Lagos. A entrada é franca.



Mais informações pelo fone (22) 2621-9367.



quinta-feira, 15 de maio de 2014

Fazenda Santo Inácio de Campos Novos passa a integrar lista de Bens Tombados

Capela e sede da Fazenda Santo Inácio de Campos Novos. Foto: Junior Silgueiro

O Sítio da antiga fazenda de Santo Inácio de Campos Novos, situado no Distrito de Tamoios, município de Cabo Frio (RJ), foi tombado hoje pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural que se reuniu no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), em Brasília.

Nesta data, os conselheiros também avaliaram a proposta de tombamento de Estabelecimentos das Fazendas Nacionais do Piauí: Fábrica de Laticínios, em Campinas do Piauí, e Estabelecimento Rural São Pedro de Alcântara, em Floriano e da Casa Grande e Tulha da antiga Chácara do Paraíso das Campinas Velhas, em Campinas (SP). Na pauta, também estava a proposta de registro como patrimônio Cultural Brasileiro da Produção Tradicional e Práticas Socioculturais Associadas à Cajuína no Piauí.

O principal argumento para o tombamento do conjunto é a relação entre a fazenda e a Companhia de Jesus, no primeiro período da colonização. Foi tombada toda a área desapropriada pela Prefeitura Municipal e, como entorno uma extensão de 100 metros além desse perímetro. Também foram estabelecidas diretrizes gerais para a área com o objetivo de controlar a ocupação, garantindo a preservação do descampado ao redor e seu domínio sobre a paisagem circundante.

Um raro exemplo da sociedade do século XVII
O conjunto rural, remanescente de uma antiga fazenda fundada em 1648 e construída sobre um sambaqui, conta com uma casa, senzala, oficinas, capela e cemitério anexo. Estes, construídos por volta de 1690, constituem importantes e raros exemplares de arquitetura rural jesuítica, caracterizando a sociedade da época. Uma característica importante do projeto é a edificação da igreja integrada com a casa-grande, o que permitia acesso exclusivo às missas através de uma espécie de púlpito lateral, com ligação direta aos aposentos internos da casa.

Sede da Fazenda Santo Inácio de Campos Novos. Foto: Junior Silgueiro

Em 1623, após a fundação das cidades de Cabo Frio em 1615 e da Aldeia de Índios de São Pedro em 1617, os jesuítas receberam duas grandes doações de terras na região, as sesmarias do Rio Una e de Búzios. Com a expulsão dos jesuítas do Brasil em 1759, a fazenda passou às mãos de diversos proprietários e sofreu várias intervenções mas que não comprometem a preservação de seus traços. Em 1993, foi desapropriado pela Prefeitura de Cabo Frio e passou a ser a sede lá instalou a Secretaria Municipal de Agricultura.

O Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural
O Conselho que avalia os processos de tombamento e registro é formado por especialistas de diversas áreas, como cultura, turismo, arquitetura e arqueologia. Ao todo, são 23 conselheiros, que representam o Instituto dos Arquitetos do Brasil – IAB, o Conselho Internacional de Monumentos e Sítios - Icomos, a Sociedade de Arqueologia Brasileira – SAB, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – Ibama, o Ministério da Educação, o Ministério das Cidades, o Ministério do Turismo, o Instituto Brasileiro dos Museus – Ibram, a Associação Brasileira de Antropologia – ABA, e mais 13 representantes da sociedade civil, com especial conhecimento nos campos de atuação do IPHAN.


Texto: Chico Cereto/Assessoria de Comunicação IPHAN-RJ 

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Resgate da Memória Rural Aldeense

O ETRL e a Secretaria Municipal de Educação de São Pedro da Aldeia, ingressaram com nova frente de pesquisa: o programa "Resgate da Memória Rural Aldeense", que foi dividido em duas partes. A primeira, é no âmbito do projeto político-pedagógico das escolas da zona rural (no entorno do bairro da Cruz), que irá envolver a comunidade escolar em atividades para reconhecer e identificar a herança cultural da região.

Ao mesmo tempo, uma outra etapa do programa se dará por pesquisas de campo realizadas pelas professoras pesquisadoras Elizabeth Franco e Flavia Santos, que, a partir de apontamentos da comunidade, documentam os vestígios e buscam , através de parcerias com outros pesquisadores e entidades, identificação do material encontrado.

Mangueira centenária na localidade Café. Foto: Beth Franco
"Ouvi vários relatos de algumas pessoas da localidade Café [bairro ainda não oficializado] contando que em uma fazenda existiu uma criação de bicho da seda que se alimentava de folhas de jamelão. Eu estranhei pois eles só se alimentam de folhas de amoreira. Fomos ao local citado e encontramos vestígios dos casulos das lagartas nas árvores. Registramos e enviamos à um especialista em insetos, que confirmou se tratar do bicho da seda", exemplifica Beth Franco, com um caso recente da pesquisa.

O programa aldeense acaba de ser abraçado por outro similar, que vem sendo desenvolvido há 5 anos em Oriximiná/PA pela Universidade Federal Fluminense (UFF), através de sua Pró-reitoria de extensão. Tal parceria dará apoio técnico e teórico aos pesquisadores e professores envolvidos.

Em virtude da Festa do Trabalhador Rural, realizada no feriado do trabalhador (festa essa que não era realizada na comunidade há 21 anos), foi elaborado um vídeo com fotografias para conhecimento e divulgação da área rural em questão. O vídeo mostra fotos com belezas naturais que, para a maioria das pessoas, passam despercebidas. Confira!




Veja aqui a matéria sobre a Festa do Trabalhador Rural (Clique aqui)


Texto: Junior Silgueiro/Ass. Com. ETRL-IPHAN/RJ

terça-feira, 29 de abril de 2014

Programação Cineclube Estação São Pedro MAIO/2014

Mãe, guerrilheira, escritora e jogadora de futebol. São as mulheres homenageadas nesse mês de maio na programação do Cineclube Estação São Pedro.

Dia 07 - "A CASA DE ALICE" (2007, 90 minutos)
Dia 14 - "OLGA"                 (2004, 140 minutos)
Dia 21 - "VIDA DE MENINA" (2004, 101 minutos)
Dia 28 - "O CASAMENTO DE ROMEU E JULIETA (2005, 90 minutos)

As sessões são às QUARTAS-FEIRAS, sempre às 16H30, com ENTRADA FRANCA!


segunda-feira, 28 de abril de 2014

As viagens de Roberto Burle Marx estão em documentário


                                                                                    Divulgação
Quem quiser conhecer os lugares que o paisagista Roberto Burle Marx visitou para fazer pesquisa, coleta e observação pode assistir ao documentário Expedições de Burle Marx, exibido pela TV Brasil todas as quartas-feiras do mês de abril, às 23h, com reprise aos sábados às 22h. No programa, José Tabacow e Oscar Bressane, colaboradores do paisagista, voltam aos locais percorridos por Burle Marx e revelam a importância da observação da natureza na criação dos seus parques e jardins.
Com direção de João Vargas e produção da Camisa Listrada e do Atelier de Cinema, cada episódio destaca uma característica de Burle Marx, colecionador incansável de plantas, visionário do paisagismo como arte moderna, botânico autodidata e um dos precursores da defesa do meio ambiente no Brasil.
Para conhecer pessoalmente o trabalho do paisagista é possível agendar uma visita ao Sítio Roberto Burle Marx, no Rio de Janeiro, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). O espaço fica em Guaratiba, (RJ), tem 365 mil metros quadrado e foi comprado por Burle Marx, em 1949. No local, ele organizou uma grande coleção de plantas que pode ser vista até hoje. O sítio foi doado à Fundação Nacional Pró-Memória, atual IPHAN, em 1985. O telefone para agendamento é (21) 2410-1412 De segunda a sexta-feira, de 08hs às 16hs. As visitas são guiadas e acontecem de terça-feira a sábado, as 09h30 ou 13h30.
Divulgação
Roberto Burle Marx
Destaque do paisagismo no país, Roberto Burle Marx, nascido em 04 de agosto de 1909, foi um dos principais artistas plásticos do Brasil. Além de paisagista, foi também cantor, criador de joias, ceramista, desenhista, escultor, pesquisador, pintor e tapeceiro, características que deram identidade a toda sua obra.

Em 1913 passou a viver no Rio de Janeiro. Entre os anos de 1928 e 1929 estudou pintura na Alemanha, onde descobriu a flora brasileira em suas estufas, após frequentar assiduamente o Jardim Botânico de Berlim. Em 1932, passou a se dedicar ao paisagismo, junto com a pintura e o desenho. O primeiro projeto paisagístico foi para a arquitetura de Lucio Costa e Gregori Warchavchik.

O quê: documentário "Expedições de Burle Marx"
Quando: Quarta-feira (30/04), às 23h
Onde: TV Brasil

Fonte: iphan.gov.br